MENU
PERFIL
FOTOS E FATOS
BREVES E QUENTES
FORA DA ÁREA
OPINIÃO TOTAL
BEM NA FOTO
BOLA CHEIA
EVENTOS
GIRO GERAL
NEGÓCIO DA HORA
OCORRÊNCIAS
INTERNACIONAIS
FUTEBOL AMADOR
DIVULGAÇÕES
EXPEDIENTE
CLASSIFICADOS
JORNAL FOLHA POPULAR
 
COLUNAS
ESPAÇO ESPÍRITA
ESPAÇO EVANGÉLICO
 
Enquete
Enquete

Você acredita nas promessas de políticos?

Sim
Não
Às vezes
De jeito nenhum

    Votar

    Parcial

Resultado das Enquetes


 

Untitled Document

 
NOTÍCIAS
25-06-2013 11:06
Casal morre carbonizado em acidente na Rodovia do Muquém

Embriagado e sem CNH, motorista de picape D-20 invadiu pista contrária e bateu frontalmente no Gol em que estavam as duas vítimas fatais


Retirada dos corpos só foi possível depois que os
Bombeiros cortaram as ferragens do Gol

O operador de painel Reinaldo Campelo de Miranda, de 33 anos; e sua mulher Ana Carla Rodrigues da Silva, de 28 anos; morreram carbonizados em gravíssimo acidente ocorrido por volta das 21 horas do sábado (22) na Rodovia da Fé (GO-237), na região da Placa do Mosquito, em direção do Povoado do Muquém, em Niquelândia. De acordo com a ocorrência apresentada pela base da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) em Uruaçu à Delegacia da Polícia Civil de Niquelândia às 6h30 do domingo (23), o casal seguia pela referida rodovia num Gol, ano 1997, cor branca (placa KDB-1394, de Niquelândia) quando o veículo em que estavam foi atingido violentamente pela caminhonete Chevrolet D-20, ano 1997, cor vermelha (placa KBU-2992, também de Niquelândia) que era dirigida pelo lavrador Josuel Macedo da Rocha, de 47 anos. Com o forte impacto da colisão frontal, ambos os veículos pegaram fogo e o casal morreu na hora, sem qualquer possibilidade de socorro. A 8ª Companhia Independente Bombeiro Militar (8ª CIBM) de Niquelândia chegou rapidamente ao local para debelar as chamas e preservar o local do acidente – bem como espantar os curiosos, que passavam pela estrada - com o apoio da 4ª Companhia Destacada da Polícia Militar (4ª CDPM) e da Polícia Civil, até a chegada dos militares da PRE; e dos peritos do Núcleo de Polícia Técnico-Científica (NTPC); e do Instituto Médico Legal (IML), ambos de Uruaçu. 
O trânsito na Rodovia da Fé ficou bloqueado nos dois sentidos por cerca de uma hora, para que a cena do acidente pudesse ser adequadamente isolada. A rodovia foi liberada algum tempo depois, com trânsito em apenas meia-pista. A reportagem do DN esteve no local durante quatro horas – até 1h30 do domingo (23) – quando o IML retirou os restos mortais do casal do interior do veículo, depois que os peritos liberaram o Corpo de Bombeiros de Niquelândia para o difícil trabalho de cortar as ferragens do Gol, feito com auxílio de um alicate hidráulico. Em caráter preliminar, o NPTC de Uruaçu informou ao DN que o motorista da D-20 perdeu o controle da direção e invadiu a faixa contrária, causando o terrível acidente. Josuel conseguiu pular da caminhonete antes do incêndio – que consumiu apenas a parte dianteira do veículo - escapando da morte com fratura na clavícula. 
Ele foi socorrido ao Hospital Municipal Santa Efigênia em Niquelândia, onde o médico-legista Bonfinho Ribeiro Sobrinho, do IML de Uruaçu, atestou que o mesmo estava completamente embriagado após coleta de sangue para exames toxicológico e de alcoolemia. Dessa forma, a Polícia Civil poderá saber com exatidão, posteriormente, qual o nível de álcool que o lavrador tinha no organismo quando pegou o volante da D-20, no sentido Muquém-Niquelândia. A PRE, por seu turno, constatou que Josuel também não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 
De posse dessas informações, o delegado-titular da 10ª Delegacia Regional da Polícia Civil em Uruaçu (10ª DRP), Natalício Cardoso da Silva – que estava de plantão em Niquelândia no último final de semana - autuou o lavrador em flagrante por homicídio culposo (quando não há intenção de matar); embriaguez ao volante; e falta de CNH. De acordo com a autoridade policial, se condenado pela Justiça, Josuel poderá pegar até oito anos de prisão na somatória das penas, se for condenado pelos três crimes. O inquérito policial, todavia, será relatado pelo delegado-titular Manoel Leandro da Silva. A autoridade policial, segundo Natalício, poderá mudar o enquadramento do homicídio de culposo para doloso (quando há intenção de matar) se entender posteriormente que Josuel sabia dos riscos que poderia causar ao dirigir bêbado e sem CNH.
Na tarde do domingo (23), depois de tomar o depoimento do motorista da D-20, Natalício ordenou o recolhimento dele ao Centro de Inserção Social (CIS) de Niquelândia, a cadeia da cidade, onde o mesmo aguardará pronunciamento da Justiça. O motorista da D-20 só poderá responder ao processo em liberdade por decisão judicial. Apesar dos corpos terem sido liberados para sepultamento ainda na tarde do domingo, a identificação formal do casal morto no acidente só será possível porque o filho de ambos – um garoto de nove anos – esteve no IML de Uruaçu para a coleta de material genético para um exame de DNA. No DP de Niquelândia, o DN falou rapidamente com Joaquim Rodrigues, de 56 anos, pai de Ana Carla. A jovem trabalhava no refeitório da Votorantim Metais. Seu marido também era funcionário da mineradora, no Acampamento Macedo. 
“Soube que havia ocorrido um acidente na estrada do Muquém às 9h30 quando eu estava na Feira Coberta, mas fui saber depois que era com a minha filha e o meu genro”, disse Joaquim, bastante abalado com a tragédia. Segundo o pai, Ana Carla também era mãe de uma garota de 12 anos, fruto de seu primeiro casamento. Os corpos serão sepultados na manhã desta segunda-feira (24), em Niquelândia. Por incrível coincidência do destino, as vítimas e o causador da tragédia moravam no mesmo bairro da cidade, na terceira etapa do Jardim Atlântico.  O Gol do casal ficou irreconhecível: a identificação da placa e do proprietário pela Polícia Técnica foi possível apenas pela leitura do número do chassi no motor - também com apoio dos Bombeiros de Niquelândia – quando a PRE e a Polícia Civil descobriram que o carro estava em nome de Reinaldo.

- Por Euclides Oliveira (DN)
- Sob adaptações para o ‘Site do Motta’
- Postagem: Marcos Antonio

Histórico
  » 23-07-2014 18:07 - Asmego requer que TJGO não acolha pedido de empréstimo do Estado
  » 18-07-2014 17:07 - Eleições - Marconi fala em apoio de Júnior
  » 17-07-2014 10:07 - Eleições / 2014 - Eliton: coligação cobrará na Justiça explicações de Caiado
  » 14-07-2014 20:07 - Resumão da Copa em que a Seleção Brasileira decepcionou cerca de 200 milhões de pessoas
  » 11-07-2014 16:07 - Goiânia - Mulheres eram roubadas no grito
  » 09-07-2014 11:07 - Acidente - Peão de rodeio morre em São Miguel do Araguaia
  » 24-06-2014 21:06 - Eleições / 2014 - Marconi diz “sim” à reeleição
  » 18-06-2014 10:06 - Eleições / 2014 –Vanderlan tem candidatura confirmada em convenção
  » 18-06-2014 10:06 - Prefeito Luiz Teixeira foi assaltado à mão armada em Goiânia
  » 11-06-2014 10:06 - Por iniciativa do vereador Taroba (PROS) ‘Família Caju’ foi homenageada na Câmara
veja o histórico completo
  Untitled Document
 Publicidade Tabela de Preços - Clique
 
Google

Clique aqui para ver ampliado
Untitled Document

© mottafilho.com.br - todos os direitos resevados
Contatos: mottafilho.103@uol.com.br e contato@mottafilho.com.br
(62) 3357-5374 / (62) 9991-0870